Sem rumo

Este governo incompetente e obtuso não consegue ver que seus dias de glória já se passaram.

Mas, entregar o poder ao grupelho que aí está, é sair da merda para a bosta. Como ficamos? Não ficamos, afundamos mais ainda.

O dólar, hoje 02/09, abriu em R$ 3,73, um absurdo. Estamos no mar a deriva com o navio sem comandante e o motor quebrado.

A estupidez do Tenóbio

Por causa de sua estupidez e burrice, a professora sempre gritava com
ele: – Você me deixa louca, Tenóbio!
 Um dia a mãe do Tenóbio foi à escola pra verificar como o filho estava indo.
 A Professora disse que seu filho era um desastre e que ela nunca vira um menino tão estúpido.
 A mãe ficou tão chocada que tirou o filho da escola, saiu do Nordeste e veio pra São Paulo.
 25 anos depois, a Professora foi diagnosticada com uma grave doença no coração.
 Os médicos de sua região indicaram que precisava de uma cirurgia. mas que este tipo de operação só um médico em São Paulo era capaz de fazer.
Ela decidiu tentar esta última esperança; veio pra SP e fez com sucesso a tal operação.
 Quando ela abriu os olhos voltando da cirurgia, viu um jovem doutor à frente sorrindo pra ela. Ela queria agradecer-lhe mas não pôde falar.
Sua face ficou azul, ela levantou a mão, tentou gritar, não conseguiu, e, rapidamente, morreu.
 O Doutor ficou chocado tentando entender o que aconteceu de errado.
Então, ele olhou pro lado e viu que o maldito faxineiro Tenóbio desligara os equipamentos da tomada pra ligar o aspirador e limpar o corredor.
 SE VOCÊ PENSOU QUE O TENÓBIO SE TORNOU UM GRANDE CIRURGIÃO, HÁ ENORMES CHANCES DE VOCÊ SER ELEITOR DO PT.

Keep walk

E a caminhada rumo ao precipício continua. A situação, no Brasil, se agrava. Milhares saíram às ruas no último dia 15.

Saíram às ruas aqueles que durante a semana trabalham e pagam impostos, impostos estes que ninguém sabe para onde vai, porque a segurança, a saúde e a educação estão um desastre.

O restante nem é bom falar. Vamos nos ater a estes três princípios basilares da democracia. Coisa que em Brasília passa despercebido ou fazem de conta em não perceber esta situação.

Nossas agências reguladoras, de água, energia e outras criadas pelo fim específico de dar e garantir emprego como um cabide enorme de empregos e já constituídos com o claro intuito de lesar e lapidar o patrimônio público.

O exemplo clássico desta ladroagem é a Petrobras, que já foi uma das maiores empresas do mundo, esteve entre as cinco maiores. Agora nem a sombra desta empresa se manifesta. Quem aplicou na em ações hoje amarga uma perda de mais de 85% de prejuízo. Perdeu 85% do investimento. Que vergonha. E não vejo manifestação destes investidores em buscar seus direitos pela má administração da empresa. Claro, cada fez o investimento sem pressão, mas contava que a na direção tivesse gente séria, o que está provado que não havia.

Outro buraco negro que se avizinha é o BNDES. Dizem os que conhecem um pouco desta história que é pior que a Petrobras.

O buraco que estamos entrando é fundo. Vamos levar uns três anos para por a casa em ordem, caso assuma alguém com uma dose de remédio amargo. Só Deus nos salvará.

Neste cenário, as microempresas é que devem dar a resposta necessário para a salvação do País. Quem sobreviver verá.

E agora, Zé?

Por Paulo Chagas
A vaca tossiu, o boi espirrou, ambos foram para o brejo e tantas outras coisas estranhas aconteceram que você já não entende nem controla mais nada.
Logo você, Zé, tão confiante, tão irônico, tão arrogante, presunçoso e vaidoso, novamente em cana e, pior, sem o benefício de ser réu primário.
Vai penar, camarada “Caroço”!
Logo você, homem de tantas caras e estranho caráter, que sempre se considerou acima da mediocridade e melhor do que os outros. Logo você, o esperto, o safo, o maior dos hipócritas, o todo poderoso, agora humilhado, envelhecido, com aspecto de doente, triste, derrotado e abandonado!
O que lhe resta, Zé? Você não tem mais poder, não tem mais amigos, seu advogado é um pândego, todos riem de você e da sua “má sorte”. Todos querem a sua caveira. Desde inimigos e desafetos até os antigos aliados e “camaradas de armas” o tratam como se tratava um leproso!
É difícil dizer-lhe o que fazer porque, na sua situação, a saída demanda o que você, parece, nunca teve ou sabe o que é: humildade, franqueza, honestidade e coragem. No entanto, tudo o que você não quer contar e confessar será dito pelos outros, os seus comparsas, que, premiados pela delação e vencidos pelo medo, contarão a verdade sobre você, seus camaradas e seu partido.
Há fantasmas que, a cada dia mais, o devem estar apavorando, todos sabem disso, porque, ao vê-lo recluso ao lugar onde a Justiça o colocou, eles, literalmente, ululam de prazer!
Já o Lula, tanto quanto você, está insone, mas com a possibilidade de que você ceda à pressão do mínimo de dignidade que, se imagina, ainda lhe reste e, abraçado a ele, salte para dentro do círculo da verdade.
Quando você, Zé, vencido pelas evidências e pela perspectiva de décadas na clausura, abrir o bico e o jogo, será decretado o fim melancólico da novela macabra:
“O PT e a tomada criminosa do poder”.
Um epílogo esperado por toda a Nação e que fará de você o maior de todos os seus protagonistas. Pense nisso, Zé!
Você menosprezou a inteligência e a paciência do Brasil e dos brasileiros e, agora, só lhe resta contar tudo, cumprir uma peninha de delator e voltar, para sempre,
“pra Cuba que te pariu”!
Faça isto, Zé, pelo menos isto, pelo seu bem e pelo bem do Brasil!
Paulo Chagas,
Cidadão brasileiro!
Esta é uma mensagem enviada pelo Instituto Endireita Brasil.
Visite o nosso site: www.emdireitabrasil.com.br
Receba nossas mensagens enviando um email para: emdireitabrasil-subscribe@yahoogrupos.com.br e entrando para o nosso grupo.
Lembre-se sempre:
“Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim”.