Nova cara

Já dá pra imaginar como vai ficar a nova avenida Brasil, ao menos para os próximos vintênios. Sim, se a cada 20 anos, aquele que estiver sentado na cadeira maior do município achar que deve mudar, ou fica como está sendo desenhada a alterada ou novas mudanças pela frente.

O espaço destinado a pedestres e a bicicletas será algo inédito no sul do Brasil. Se alguém souber onde existe algo como tal, me avise. Em Balneário Camboriú tem uma só pista, toda vermelha, com mais de 2 metros de largura onde é compartilhada, sim compartilhada por pedestres, patinetes, bikes, patins e outros meios de exercícios.

A avenida Tancredo Neves e a Barão do Rio Branco também vão passar por estas modernizações.

Sobre a pista para caminhadas e bikes em geral na Barão do Rio Branco, quero abrir um parêntesis. Foi construída na última gestão do prefeito Salazar Barreiros, tendo o engenheiro Dillemburg como seu secretário de obras. Eu já caminhava, ali, no canteiro central sob a grama. Numa das minhas viagens ao Chile, com a presença do Dr. Salazar, aproveitei a oportunidade e falei sobre uma pista naquela avenida. Algum tempo depois, coube ao Dillemburg me dar a boa notícia sobre a pista na Barão do Rio Branco. Na inauguração do Mercado Beal, no prédio que pertence a família Trento, recebi a notícia sobre a autorização da obra.

Logo em seguida, na legislação do Prefeito Lísias, foram 4 anos de degradação da pista. Ao assumir o prefeito Edgar Bueno, a população ganhou um recapeamento e está em boas condições até hoje.

Mas voltando a falar da avenida Brasil, já se pode ter uma ideia de como deverá ficar depois de pronta.

Só não consigo imaginar onde vão parar tantos carros. Muita ignorância do gestor ao entender que a população vai deixar o carro em casa para andar de ônibus com a porta ao lado contrário, nas paradas agora cimentadas e com base de trama em aço. Nossos ônibus são mal dimensionados, não existe a menor educação do povo para deixar lugar aos mais velhos, gestantes e mães com criança no colo. O povo não tem a menor preocupação com um banho diário matinal. Ninguém aguenta o cheiro de “bodum”.

Enfim, para as próximas décadas teremos uma avenida “moderna”, ou até que o prefeito da época não resolva quebrar tudo, mais uma vez.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s