Fazer a sua parte

Ficar de braços cruzados, esperando a boa vontade do poder público, que na maioria das cidades está quebrado e mal se sustenta da próprias pernas é uma tradição secular brasileira.

Desde os tempos da monarquia, onde o Estado provia tudo e todos é que o povo tem esta esperança.

Diariamente se vê nos noticiários paroquiais reclamações que a a Prefeitura deveria limpar lotes, praças e outros endereços.

Esta semana, umas senhoras de certa idade reclamavam que o espaço de lazer do bairro estava com o mato alto. Pudera, o calor aliado as muitas águas que despencam do céu é o que o mato mais gosta. Cresce que uma beleza. Também falavam que não podem levar seus netinhos par brincar naquele espaço porque outros “netinhos” maiores estavam usando o espaço para práticas nem tanto educativas, fumar maconha.

Ora, a grande maioria dos presidente de bairros são ótimos em promover macarronadas com galeto, e o dinheiro disto vai para onde?

Não poderiam fazer um mutirão de final de semana e chamar os moradores para uma limpeza geral? Não quem tem que fazer é a Prefeitura, afinal pagam seus impostos para quê?

Pergunto: – Todos estão com os impostos em dia? Não existem alguns senhores aposentados que poderiam receber mais uns trocados mensais e manter a ordem neste espaço de diversão pública?

Senhores presidente de bairros, se cocem, o coisa é pública mas de uso de todos. Não esperem tudo do Estado, ou melhor da prefeitura.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s