E agora, Zé?

Por Paulo Chagas
A vaca tossiu, o boi espirrou, ambos foram para o brejo e tantas outras coisas estranhas aconteceram que você já não entende nem controla mais nada.
Logo você, Zé, tão confiante, tão irônico, tão arrogante, presunçoso e vaidoso, novamente em cana e, pior, sem o benefício de ser réu primário.
Vai penar, camarada “Caroço”!
Logo você, homem de tantas caras e estranho caráter, que sempre se considerou acima da mediocridade e melhor do que os outros. Logo você, o esperto, o safo, o maior dos hipócritas, o todo poderoso, agora humilhado, envelhecido, com aspecto de doente, triste, derrotado e abandonado!
O que lhe resta, Zé? Você não tem mais poder, não tem mais amigos, seu advogado é um pândego, todos riem de você e da sua “má sorte”. Todos querem a sua caveira. Desde inimigos e desafetos até os antigos aliados e “camaradas de armas” o tratam como se tratava um leproso!
É difícil dizer-lhe o que fazer porque, na sua situação, a saída demanda o que você, parece, nunca teve ou sabe o que é: humildade, franqueza, honestidade e coragem. No entanto, tudo o que você não quer contar e confessar será dito pelos outros, os seus comparsas, que, premiados pela delação e vencidos pelo medo, contarão a verdade sobre você, seus camaradas e seu partido.
Há fantasmas que, a cada dia mais, o devem estar apavorando, todos sabem disso, porque, ao vê-lo recluso ao lugar onde a Justiça o colocou, eles, literalmente, ululam de prazer!
Já o Lula, tanto quanto você, está insone, mas com a possibilidade de que você ceda à pressão do mínimo de dignidade que, se imagina, ainda lhe reste e, abraçado a ele, salte para dentro do círculo da verdade.
Quando você, Zé, vencido pelas evidências e pela perspectiva de décadas na clausura, abrir o bico e o jogo, será decretado o fim melancólico da novela macabra:
“O PT e a tomada criminosa do poder”.
Um epílogo esperado por toda a Nação e que fará de você o maior de todos os seus protagonistas. Pense nisso, Zé!
Você menosprezou a inteligência e a paciência do Brasil e dos brasileiros e, agora, só lhe resta contar tudo, cumprir uma peninha de delator e voltar, para sempre,
“pra Cuba que te pariu”!
Faça isto, Zé, pelo menos isto, pelo seu bem e pelo bem do Brasil!
Paulo Chagas,
Cidadão brasileiro!
Esta é uma mensagem enviada pelo Instituto Endireita Brasil.
Visite o nosso site: www.emdireitabrasil.com.br
Receba nossas mensagens enviando um email para: emdireitabrasil-subscribe@yahoogrupos.com.br e entrando para o nosso grupo.
Lembre-se sempre:
“Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim”.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s