Termos iídiches que deram a palavras até hoje usadas

Expressões usadas pelas polacas judias deram  origem a palavras hoje muito populares no Brasil. Quando suspeitavam que um cliente tinha doença venérea, diziam ein krenke (doença, em iídiche), que acabou se transformando em encrenca. E, quando a polícia dava incertas nos bordéis, elas gritavam sacana (polícia), que virou sacanagem.

As chamadas “polacas” que vieram para o Brasil prostituir-se , tinham uma forma de solidariedade muito peculiar: uniam-se em fundações de ajuda mútua, como forma de auto proteção, (…) já que não podiam frequentar os espaços da comunidade judaica
nas cidades onde conviviam, explica a matéria. Escrito pela professora e pesquisadora Beatriz Kushnir, a matéria revela que grande parte destas moças está enterrada no cemitério de Inhaúma (RJ). Explica ainda que prostitutas e suicidas deveriam, segundo preceitos judaicos, ser enterrados junto ao muro dos cemitérios –
reforçando assim a condição de párias da sociedade.

Chegaram ao porto do Rio de Janeiro lá pelo ano de 1867.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s