FÓRUM Procurador denuncia doutrinação ideológica e sexualização de crianças

Esteve ontem em Cascavel, o procurador Regional da Republica, doutor Guilherme Shelb, um dos personagens principais em operações de combate a corrupção no Brasil, responsável pela prisão de mais de três mil pessoas. Ele veio à cidade para denunciar a instrumentalização da  rede pública de ensino do Brasil para a destruição da família por meio da doutrinação e erotização desde os primeiros anos de vida escolar da criança. A estratégia, segundo o procurador, vem sendo executada com esmero por aquele que ele chama de “comunistas – marxistas – culturais”, que encontraram na escola um caminho rápido e eficaz para destruir os pilares da sociedade organizada. De forma silenciosa, denunciou o procurador, as violações aos direitos das crianças e adolescentes e de seus pais são introduzidas em forma de leis e diretrizes dos planos de educação que acabam por ser seguidos religiosamente por professores e diretores de escola. Como a educação dos filhos está sendo terceirizada por pais cada vez mais ocupados, a escola, segundo o procurador, tem se tornado um campo de batalha entre a moral e os bons costumes, herdada pelas famílias de bem. O problema, segundo ele, é que todo este conteúdo de deformação moral e sexual está sendo passado às crianças por professores que ocupam na vida das crianças a posição de autoridades, guias e mestres. Essa violência contra a criança e adolescente é passível de punição pelo código penal brasileiro, garante o procurador, que alertou os professores e diretores presentes a analisarem o currículo escolar adotado em seus estabelecimentos de ensino. Aos pais a orientação foi para analisar todo o conteúdo recebido pelos filhos em sala de aula e ao menor sinal de abuso a escola deve ser procurada e alertada para que interrompa a violação aos direitos da criança e da família. Caso a reivindicação dos pais não seja atendida, ele orienta que o poder judiciário seja procurado e a direção da escola e professores sejam formalmente representados. As punições vão de indenização por dano moral até improbidade administrativa. Guilherme Schelb veio a Capital do Oeste a convite da Associação de famílias de Cascavel e região que realiza no centro de convenções e eventos o primeiro Fórum – Educação – ética e Família.

PROGRAMAÇÃO O evento traz hoje às 8h o promotor da Vara da Infância e Juventude de Brasília, Trajano Souza de Melo, que fará a palestra – “Educação como serviço”. Amanhã o Procurador da República de São Paulo Miguel Nagib encerrará o fórum falando sobre – “Ética do professor: Direitos e deveres no magistério”

Extraído do Jornal Hoje de 14/04/2015 pág. 10.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s