CONHEÇA AS PRINCIPAIS RELIGIÕES DO MUNDO

Com tantas doutrinas espalhadas pelo mundo, é fácil confundir os grupos religiosos, suas tradições, histórias e crenças. Em tempos de globalização, é preciso conhecer e respeitar a fé dos demais, mesmo que sejam pessoas de outros países, inseridos em outra realidade e cultura. Conheça as principais características e diferenças entre as religiões que possuem mais adeptos.

JUDAÍSMO

ORIGEM E HISTÓRIA: Religião dos Hebreus (criada em 1.300 a.C.) Um deus

único e criador chamado ADEPTOS PELO MUNDO: Aproximadamente 15

milhões de judeus. PROPÓSITO: Obedecer aos mandamentos divinos e viver de

forma ética. APÓS A MORTE: Não há nenhuma crença exata sobre o que

acontece após a morte. Há quem acredite que não existe vida após a morte, há

quem acredite em um Mundo Vindouro, como se fosse uma espécie de paraíso.

PRÁTICAS E TRADIÇÕES: Circuncisão no nascimento;  Leitura da bíblia judaica;

Bar Mitzvá (para meninos) e Bat Mitzvá (para meninas), quando eles crescem;

Descanso aos sábados; Cultos em sinagogas e templos judeus.

CRISTIANISMO

ORIGEM E HISTÓRIA: Religião fundada sobre a história de Jesus Cristo (criada

em 30 d.C.) PODER SUPREMO – Um Deus único e criador, onipotente e

onipresente. A Santíssima Trindade, que é o Pai, o Filho e o Espírito Santo.

ADEPTOS PELO MUNDO: Aproximadamente 2,2 bilhões de cristãos.

PROPÓSITO: Todos nascem como pecadores e devem viver sob os

mandamentos de Deus para alcançar o perdão de Deus e a vida eterna. APÓS A

MORTE:  Se a pessoa for boa, vai para o céu eterno (o paraíso). Se for ruim, será

encaminhada ao purgatório, que é temporário, ou ao inferno. PRÁTICAS E

TRADIÇÕES: Batismo no nascimento – Leitura da Bíblia Cristã – Eucaristia

(conhecida como comunhão)  – Culto aos domingos em igrejas.

ISLAMISMO

ORIGEM E HISTÓRIA: Religião fundada pelo profeta Maomé (no início do século

VII) PODER SUPREMO: Um deus único chamado Alá. ADEPTOS PELO MUNDO:

Aproximadamente 1,6 bilhões de muçulmanos. PROPÓSITO: Os humanos

devem adorar a Alá e seguir os mandamentos da lei islâmica (sharia). APÓS A

MORTE: Se a pessoa for boa, vai para o paraíso. Se for ruim, irá para o inferno.

PRÁTICAS E TRADIÇÕES: Cinco pilares do islã: fé, oração, esmola,

peregrinação e jejum; Leitura do Corão; Proibido o consumo de carne de porco,

de cão ou de gato.  Nas roupas, os quadris devem ser cobertos desde o joelho

até a cintura. Servidão a Alá nas sextas-feiras – Prática do Ramadã .

HINDUISMO

ORIGEM E HISTÓRIA: Religião indígena da Índia (identificada como uma das

principais religiões do mundo durante o século XIX) PODER SUPREMO: Uma

suprema realidade, Brama, que se manifesta em cerca de 330 mil deuses e

deusas. ADEPTOS PELO MUNDO:  Aproximadamente 900 milhões de hindus

PROPÓSITO: Todos são escravos da ignorância e da ilusão, mas somos capazes

de escapar. Objetivo é reencarnar cada vez melhor até não precisar encarnar

mais. APÓS A MORTE:  Reencarnação até alcançar a iluminação. PRÁTICAS E

TRADIÇÕES: Yoga e meditação; Devoção a um deus ou deusa da religião;

Peregrinação às cidades sagradas; Crença no carma, que define que todas as

ações possuem consequências diretas.

BUDISMO

ORIGEM E HISTÓRIA: Fundada por Sidarta Gautama, conhecido como Buda

(criada em 520 a.C.) PODER SUPREMO: Buda ensinou que nada é permanente.

Há, por isso, uma grupo politeísta e outro ateu. ADEPTOS PELO MUNDO:

Aproximadamente 376 milhões de budistas – PROPÓSITO: Objetivo é evitar o

sofrimento e reencarnar cada vez melhor até não precisar encarnar mais e

alcançar a realização plena da natureza humana. APÓS A MORTE:

Reencarnação (entendida de forma diferente do que no hinduísmo, sem alma

sobrevivente) até alcançar a iluminação. PRÁTICAS E TRADIÇÕES: Meditação e

mantras; Leitura de cânones; Devoção às divindades (em algumas seitas);

Adoração a mandalas budistas.

RELIGIÃO TRADICIONAL DA CHINA

ORIGEM E HISTÓRIA: Religião indígena da China (sem data exata de criação) –

PODER SUPREMO: Existe a corrente dualista, baseada no yin e yang e a

corrente politeísta, cujo deus supremo é conhecido por Guan Yu. ADEPTOS

PELO MUNDO: Aproximadamente 400 milhões de seguidores. PROPÓSITO:

Finalidade é ter uma vida favorável e alcançar uma vida após a morte pacífica,

através de rituais em homenagem aos espíritos dos ancestrais. APÓS A MORTE:

Juízo final e, em seguida, a reencarnação ou o inferno temporário. Depois desse

inferno, a alma possui outra chance de reencarnar até que não seja mais

necessário. PRÁTICAS E TRADIÇÕES:  Culto e devoção aos ancestrais; Práticas

de longevidade; Adivinhação e profecias; Utilização do feng-shuir.

ESPIRITISMO

ORIGEM E HISTÓRIA: Movimento moderno criado nos EUA (em 1850 d.C.)

PODER SUPREMO: Crenças variadas, geralmente com base no deus

cristão.ADEPTOS PELO MUNDO: Aproximadamente 13 milhões de espíritas –

PROPÓSITO: O corpo e o espírito são entidades separadas. Seguir valores

morais e manter contato com espíritos afeta a vida após a morte dos fiéis. APÓS

A MORTE: Espírito vive no céu ou fica preso na terra até que tenha avançado o

suficiente para seguir sua existência em forma de luz.PRÁTICAS E TRADIÇÕES:

Comunicação com espíritos dos mortos;  Curas e cirurgias espirituais;  – Leitura

de guias e idas a centros espíritas; Serviço divino aos domingos.

SIKHISMO

ORIGEM E HISTÓRIA: Fundada pelo Guru Nanak, em uma região entre o

Paquistão e a Índia (no fim do século XV) PODER SUPREMO: Um deus supremo,

chamado de Ik Onkar ou Nam. ADEPTOS PELO MUNDO:  Aproximadamente 20

milhões de seguidores – PROPÓSITO: Superar a si mesmo, alinhar a vida com a

vontade divina e se tonar um soldado santo, lutando pelo bem da humanidade –

APÓS A MORTE: Reencarnação até resolver as falhas humanas e buscar a união

com deus. PRÁTICAS E TRADIÇÕES: Oração e meditação sobre deus; Uso de

turbantes; Equilibrar o trabalho, culto e a caridade; Admissão entre a khalsa,

comunidade Sikh.

ATEÍSMO:

ORIGEM E HISTÓRIA: Aparece ao longo da história, principalmente após o

Iluminismo (século XIX) PODER SUPREMO: Não há deus ou ser divino. Crenças

sobre a origem do universo são baseadas em descobertas científicas. ADEPTOS

PELO MUNDO: Aproximadamente 1,1 bilhão de pessoas (entre ateus, agnósticos

e pessoas que não se identificam com nenhuma religião específica)

PROPÓSITO: Como não existe vida após a morte, esta vida é de grande

importância. Somente os seres humanos podem ajudar a si mesmos e nenhum

poder supremo resolverá os problemas do mundo. APÓS A MORTE: Nada

acontece, ou seja, a morte é o fim. PRÁTICAS E TRADIÇÕES:  Nenhuma prática

específica.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s