Se for verdade …

– Em relação ao Jogo do Bicho que continua livre e solto.

– Admite-se que os bons negócios continuam, sem preocupação de que a polícia possa vir a perturbar os integrantes desta contravenção, mas prendendo os cabeças e não a “raia miúda” que é sempre quem paga o pato.
– Falência do Grupo Diplomata prometendo um Natal nada agradável para muitas famílias paranaenses, especialmente no oeste e sudoeste do Estado do Paraná.
Deputado Federal Alfredo Kaefer, já foi considerado um dos políticos mais ricos do país, depois daquela de pedir justiça gratuíta por falta de condições de honrar compromisso, deve agora correr novamente atrás do prejuízo para se justificar perante os prejudicados com a falência que pegou, inclusive, empresas com boa saúde financeira.

– A medida que foram sendo concluídas as últimas etapas da Operação Lava Jato desembarcamos na velha prática de buscar situações capazes de ocuparem espaços da mídia e, por consequência, gerarem manchetes e notícias que vão desviando as atenções gerais. Nesta reta para o final de ano, por exemplo, as atenções já começaram a se voltar para um balanço geral e, além das comemorações natalinas, naturalmente, desviarem o foco dos holofotes para os planos de férias, depois do carnaval, claro, e, daí sim a observação de como vai funcionar o planejamento econômico a partir de 2015 conforme uma nova equipe de governo que vai, gradativamente, se fazendo conhecer.
– Enquanto isso, sem que muitos percebam, a famosa “gaveta do esquecimento” vai se fechando com o precioso conteúdo do que se pretende jogar para o passado, como é o caso da Operação Lava Jato.

– Ninguém quer ser atropelado pelo dia, e pela política que é dinâmica gerando fatos a todo instante em um país como o Brasil, daí o perigo do esquecimento. Mais do que nunca, contudo, é preciso ficamos alertas.
Confesso, estou preocupado. Por isso, vejo com reservas estes dias que nos aproximam do final do ano, quando o perigo do esquecimento estará, mais do que nunca, alimentando todo o país.

– A nova denúncia do presidente do TCU Augusto Nardes complica ainda mais a situação de Gleise Hoffmann e da própria presidente Dilma Rousseff. Afinal, Gleise foi advertida em mais de cinquenta ocasiões sobre a roubalheira que corria solta na Petrobras.

– O que o ministro Augusto Nardes não sabia era que Gleise, a quem ele pedia providência para conter a corrupção na Petrobras, estava pessoalmente envolvida no esquema, cuja denúncia só veio à tona no final de outubro, na delação do ex-diretor de abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, e foi confirmada por Alberto Youssef. O doleiro da Operação Lava Jato deu detalhes sobre a entrega do dinheiro (entregue em espécie em um shopping em Curitiba) em 2010 para financiar a campanha de Gleise ao Senado Federal.

– O assalto aos cofres da Petrobras ocorria com a anuência explicita do Palácio do Planalto, como já noticiou o UCHO.INF.
Não apenas Gleisi Hoffmann tinha conhecimento da ação criminosa, mas a presidente da República e seu antecessor, o agora lobista Luiz Inácio da Silva, que mergulhou no ostracismo (afastamento imposto ou voluntário)  para não ser dragado pelo escândalo. – O Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, “em nome da governabilidade, está conversando, isoladamente, com as construtoras envolvidas no roubo da Petrobras, para que admitam a formação de Cartel (acusação de defesa mais fácil) e deixem o Executivo de fora da história”, e mais, existe uma relação de 747 obras
de infra estrutura de 170 empresas, levantando suspeitas de que o esquema de desvio de recursos de obras da Petrobras se estende também a outros setores da administração pública.
– Não dá pra acreditar. Se for verdade, o único caminho é o impeachment ou a volta
dos militares.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s